Cafeteira brasileira ganha mercados africano e sulamericano

O brasileiro adora café e, entre todos os tipos, a preferência nacional é o coado. Ciente da qualidade deste produto nacional, a Titã lançou a Coffee Line, uma linha de cafeteiras de café coado com capacidade para quatro litros. O produto agora está ganhando o mundo com exportações para países da América do Sul e do continente africano.

O desenho do novo produto foi desenvolvido pelo StudioIno. O objetivo foi somar melhorias a um equipamento tão conhecido utilizando design, matéria prima e forma de utilização simples. Edinael Magalhães, diretor comercial da Titã, diz que, em pesquisas, a empresa verificou que o design para este produto, no Brasil, estava desatualizado. “O mercado estava buscando novas alternativas, com isso surgiu nosso projeto em parceira com Studiolno”.

 

A cafeteira é destinada para usos em cafeterias, escritórios, padarias, entre outros. Ela tem estrutura totalmente em aço inox escovado. A tampa superior e a pingadeira são em alumínio com pintura eletrostática. Na parte elétrica, a resistência é de aço inox 304 tubular, termostato capilar tem sensor de imersão e a fiação conta com revestimento em silicone que resiste a temperaturas de até 300ºC.

O produto conta com isolamentos que proporcionam economia de energia e torna o uso mais seguro. O formato da cafeteira, semelhante à embalagem de café a vácuo, permite personalização pelo cliente, e as torneiras são fabricadas de forma mais simples para deixar a higienização mais fácil.

A Titã foi fundada em 1993 em São Bernardo, São Paulo, e é uma fabricante especializada em equipamentos elétricos para estabelecimentos comerciais como display térmicos, estufas e fornos.

A projeto para a Titã realizado como parte do programa Design Export da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) do qual o StudioIno faz parte. A iniciativa seleciona, por meio de editais, empresas brasileiras com perfil exportador. A partir daí dá todo suporte, inclusive financeiro, para o desenvolvimento de projetos de embalagens e/ou produtos. O incentivo tem como objetivo aumentar a competitividade da empresa na busca de novos mercados no exterior.

Mais sobre a cafeteira Titã:

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.